20/08/2009

Só Pensando

Já diria um grande escritor que.
"Ainda pior que a convicção do não e a incerteza do talvez, é a desilusão de um “quase”".
É o quase que me incomoda, que me entristece, é uma palavra que não costumo usar. que me mata trazendo tudo que poderia ter sido e não foi.
Já deixei algumas oportunidades me escaparem pelos dedos, Algumas chances que perdi por medo, Tenho idéias que nunca sairão de meus pensamentos.
tudo por causa do "Se" e do "quase"
Sou medrosa mesmo, tenho medo de me arriscar.
As vezes me pergunto, o que me leva a escolher uma vida morna e normal, vivo uma vida simples, porem sou feliz a minha maneira. mas a resposta eu sei de cor,
Está estampada na distância e frieza dos sorrisos,Em abraços mal dados.
Na indiferença do “Bom dia”, (odeio dizer bom dia a alguém e ela mal responder). logo penso ah que tenha um mal dia então.
O "quase" para mim é como o "Se", são palavras que deixam uma certa tristeza caminhando ao meu lado.

Se a virtude estivesse mesmo no meio termo, como nessas duas palavras,

O mar não teria ondas, Os dias seriam nublados e o arco-íris em tons de cinza. essas palavras não ilumina, não inspira, não aflige nem acalma, apenas amplia o vazio que cada um traz de si. Faça como eu evite usa-las. ByGra

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails
Ocorreu um erro neste gadget

Frase